Com redução de custos e padronização, automação de processos facilita dia a dia das organizações

A utilização de tecnologias para simplificar, organizar e agilizar os processos internos reduz custos e substitui metodologias de baixa eficiência organizacional e, muitas vezes, burocráticas. Dentre os benefícios que a automação oferece estão eficiência operacional, aumento da produtividade — pois já não se perde tanto tempo com tarefas manuais, liberando o capital humano para atividades mais estratégicas e menos operacionais —, redução de custos, padronização dos serviços e gera diferencial competitivo. Conheça três tecnologias que, com auxílio da automação de processos, tornam o dia a dia das empresas mais fácil.

Tecnologia aliada às estratégias

Anuncie no Portal Business

Por meio de uma plataforma inteligente, entidades como redes associativas e centrais de negócio, que reúnem empreendedores de um mesmo setor, podem negociar melhores preços com fornecedores e centralizar a sua gestão. “Com a automação no gerenciamento dos grupos associativos, ocorre a redução dos custos com as compras, já que os interessados podem negociar os melhores preços com os parceiros; aumento da competitividade e do poder de negociação dos associados que, sozinhos, não teriam o mesmo; agilidade e automação das operações; além das informações reunidas, que geram métricas dos resultados e  podem ser consultadas a qualquer momento”, comenta Jonatas Silas da Costa, CEO da Área Central, scale up especialista em tecnologia para redes e centrais de negócios.

Finanças e compliance

Além da economia, a automação pode evitar fraudes. Sabe-se que investir em compliance nem sempre é uma prioridade para empresas, principalmente quando a instituição nunca identificou fraudes nos seus processos ou não sofreu penalidades. Mas o mercado está mudando e grandes instituições, que já perceberam como o compliance impulsiona o faturamento, estão investindo nisso. 65% dos fraudadores são empregados pela organização vítima, segundo a pesquisa da consultoria KPMG, reforçando a ideia de que investir em tecnologia pode criar novos mecanismos de defesa.

Soluções como a da fintech Transfeera, que atua no setor de pagamentos e validação bancária, podem ser uma solução. “Quando algum possível cliente nos procura, rodamos, para nossa segurança enquanto fornecedora, o compliance para a empresa. Verificamos o histórico da organização e dos sócios, identificamos se existem irregularidades e se a movimentação de pagamento será realizada na conformidade com a Lei”, explica Guilherme Verdasca, CEO da startup open banking. A fintech também monitora todas as operações realizadas, garantindo a segurança própria e dos clientes: “além desse procedimento que é padrão para o nosso produto de automação de pagamentos, também oferecemos um outro serviço, focado na validação bancária. Nesse segundo produto executamos a validação dos dados bancários, para evitar falhas e fraudes, já que asseguramos que a conta pertence a pessoa ou empresa. Quando identificamos que a conta possui problemas, conseguimos alertar a organização e evitar perdas financeiras”, finaliza.

Agilidade nas Compras Públicas

Quem é pequeno empreendedor, MEI ou até mesmo funcionário de uma grande empresa que deseja fornecer para o Governo, muitas vezes encontra dificuldades em encontrar todas as licitações disponíveis para sua empresa, acompanhar pregões eletrônicos, cadastrar propostas ou disputar vários pregões simultaneamente.  Esses trabalhos, quando feitos de forma manual, podem levar muito tempo, e ainda existe o risco de perder prazos e boas oportunidades. O uso de ferramentas de automação trouxe agilidade para os envolvidos no universo das compras públicas , com benefícios para o Governo e seus fornecedores.

“São ferramentas que simplificam os processos e melhoram a vida das empresas. As empresas conseguem encontrar as melhores oportunidades, e o Governo os melhores preços, com o aumento da concorrência. Em uma das funcionalidades da plataforma para licitantes – Monitoramento do Chat do Pregoeiro – a empresa recebe um alerta sempre que houver convocações ou movimentação no chat dos pregões eletrônicos, reduzindo as chances de perder prazos legais. Uma outra funcionalidade é a  automação para a disputa de lances, que traz um grande diferencial na performance”, explica Fernando Salla, CEO da Effecti, startup de Rio do Sul (SC), especializada em automação para fornecedores participantes de licitações em diferentes partes do processo.

Anuncie no Portal Business

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui