Entrevista Exclusiva: Rafael Kiso – Fundador da mLabs

A equipe do Portal Business entrevistou, com exclusividade, o fundador da mLabs (uma das principais plataformas de redes sociais no Brasil) e especialista em mídias sociais, Rafael Kiso. Ele nos contou muitas novidades sobre a empresa e apontou diversas tendências sobre as redes sociais para os próximos anos.

  • A mLabs é atualmente uma das principais plataformas de gerenciamento de redes sociais no Brasil. Quais foram os principais desafios enfrentados no início da empresa e quais são os principais desafios enfrentados atualmente?

A mLabs é a ferramenta mais usada dentro da categoria de marketing digital, segundo a pesquisa da Rock Content de novembro de 2019 (https://materiais.rockcontent.com/marketing-tools-latam-2019). Como líder de mercado no segmento de ferramentas para gestão de redes sociais, a mLabs foi pioneira em desenvolver uma plataforma de baixo custo e manter o suporte humanizado. O principal desafio no início foi provar que o negócio parava em pé, tendo como principal público alvo os pequenos negócios no Brasil. O mercado global prefere desenvolver negócios para médias e grandes empresas, mas os pequenos geralmente são negligenciados, pois as contas não fecham. Vencemos essa primeira barreira no segundo ano de vida, provando que é possível ter um negócio saudável que ajude os pequenos negócios, desde que haja tecnologia escalável para isso. O nosso desafio atual é vencer as dores do crescimento de time de produto e atendimento humanizado. O negócio da mLabs é baseado em produto, portanto, o maior time tem que ser o de tecnologia. No entanto, esse tipo de profissional é o mais disputado no momento. Salários altos e disputas entre startups pelo mesmo profissional faz com que esse seja o maior desafio. Do outro lado, o time de atendimento é mais fácil de escalar, mas como a mLabs é uma plataforma de custo benefício, essa escala tem que ser feita em conjunto de ferramentas de inteligência artificial, para manter os custos dentro da margem saudável para o negócio.

Anuncie no Portal Business
  • Quais são os principais diferenciais da plataforma mLabs em relação aos seus concorrentes? Existe alguma nova funcionalidade da plataforma que será lançada esse ano? Quantos usuários a plataforma possui atualmente?

A mLabs é uma plataforma e não uma mera ferramenta. Isso significa que o nosso modelo é de integração de recursos estratégicos para a jornada do cliente nas redes sociais. Um exemplo é o estúdio mLabs, no qual o nosso cliente pode criar seus posts diretamente dentro da mLabs sem precisar de outras ferramentas. Temos templates por categoria de negócios, além de um ambiente simples e fácil para se criar um post apenas alguns cliques, arrastar e soltar. Este ano lançaremos as funcionalidades de campanhas pagas, onde os clientes poderão fazer impulsionamentos pagos de posts. Atualmente a mLabs tem 130 mil marcas pagantes no Brasil.

  • Como você enxerga o crescimento das redes sociais no Brasil? A presença das empresas nas redes sociais será a cada dia mais importante para o crescimento sustentável e obtenção de resultados positivos?

Em 2017 o Brasil tinha em torno de 5 milhões de negócios com páginas no Facebook. Esse número hoje é que 10 milhões. Ou seja, o número de empresas dobrou em apenas 3 anos. Temos 13,5 milhões de negócios no Brasil. Isso significa que a maioria das empresas já entenderam o poder das redes sociais nos negócios e estão investindo cada vez mais nisso. Não é mais uma escolha estar ou não nas redes sociais, é uma questão de sobrevivência, pois seu concorrente estará lá aproveitando os resultados potenciais disso. Estar nas redes sociais permite que pequenos negócios passem a vender além do seu território local, criando infinitas possibilidades de ações e crescimento. O uso de influenciadores digitais aliado a uma estratégia em ambiente digital, é uma das principais formas de ter resultados positivos atualmente. Isso tudo só é possível estando nas redes. Outro fator importante, é que os clientes / consumidores estão o tempo todo compartilhando suas experiências com marcas, produtos ou serviços nas suas redes sociais, é o que chamamos de UGC (user generated content). Esse conteúdo tem um poder 9.8x maior que um post de influenciador digital. Incentivar que os seus clientes compartilhem suas experiências é um dos principais caminhos para se ter um negócio sustentável, pois isso significa criar cada vez mais promotores de marca e ir além do funil clássico de vendas.

  •  A Transcriativa mLabs, lançada recentemente, é uma websérie que apresenta o empreendedorismo criativo no Brasil. Como foi a experiência de produzir essa websérie e como tem sido a sua aceitação por parte do mercado?

Essa websérie tem a ver com o propósito da mLabs. A mLabs nasceu com o propósito de fazer a inclusão digital dos pequenos negócios através das redes sociais e ajudá-los a ter sucesso. Portanto, esse projeto é uma das formas de inspirar e educar o mercado dos pequenos, da importância das redes sociais aliado à criatividade. A experiência foi incrível, pois rodamos o Brasil durante 2 meses dentro de um motorhome para achar histórias incríveis e ver de perto o que é a verdadeira criatividade que sustenta este país. Acreditamos que podemos ajudar a fazer a economia girar se ajudarmos os pequenos a venderem mais usando o poder das mídias sociais. A aceitação está sendo melhor do que esperávamos, pois o conteúdo tem um quê de ter orgulho de ser brasileiro, assim como a mLabs, que é genuinamente brasileira. As pessoas querem participar do projeto e enviar suas histórias, já recebemos inúmeros pedidos. Isso é um belo feedback. Grandes artistas e organizações querem aderir essa bandeira da Transformação Criativa depois da nossa iniciativa. Muito se fala da transformação digital, mas a verdadeira transformação vai ser a criativa – economia criativa aliada à tecnologia.

  • Na sua visão, quais são as redes sociais mais importantes atualmente no Brasil e no mundo e quais serão nos próximos anos? O Tik Tok continuará crescendo e aumentado a sua participação nos mais diversos públicos? O Instagram continuará crescendo rapidamente ou irá estabilizar em determinado momento? Como escolher as redes sociais para um empreendedor estar presente com o seu negócio?

Temos muitas redes sociais e não para de nascer novas. No entanto, há apenas algumas que concentram a maior parte da audiência conectada, são elas: YouTube, Facebook, Instagram e LinkedIn. E, agora temos o TikTok crescendo numa velocidade assustadora, o que fará a demografia dessa rede ficar cada vez mais parecida com a do Instagram. Cada rede tem sua característica que determina a atuação das empresas nelas. Se o seu negócio é B2B, certamente escolher o LinkedIn como principal plataforma faz mais sentido, caso contrário, você precisa estar no Instagram e apostar no TikTok. Os negócios precisam estar onde seus potenciais consumidores estão. Principalmente onde eles passam mais tempo. De acordo com o estudo feito pela mLabs em conjunto com o Social Media Week SP sobre o Mercado 2020, a tendência aponta para maiores investimentos em LinkedIn YouTube e Instagram, e aponta como grande aposta o TikTok. Sem dúvidas essas serão as redes mais importantes no Brasil e no mundo em 2020. O Facebook está tentando migrar o foco das marcas para grupos, mas ainda não pegou, apesar do assunto comunidades ser uma pauta estratégica para qualquer negócio. No entanto, nos próximos anos veremos diversas iniciativas do Facebook tomando corpo e ganhando força. Eles estão para lançar o Facebook Payments, que irá acelerar a adoção de mobile payments no mundo inteiro, acelerando também o movimento de transformar o WhatsApp num super app. Este ano teremos o lançamento do Facebook Horizons, que é o Facebook imersivo para ser usado com óculos de realidade virtual. Há muitas dúvidas ainda como as marcas deverão se portar nesse ambiente, mas pode ser revolucionário. O Instagram continuará crescendo e se posicionará como o principal player de social commerce do mercado, com novas funcionalidades como checkout nativo para vendas, além de comissionamento de criadores de conteúdo no IGTV. Em termos de usuários no mundo, seu crescimento desacelerou, mas em termos de investimentos publicitários, essa rede nunca foi tão lucrativa, faturando mais que o YouTube em ads em 2019.

 

 

Anuncie no Portal Business

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui